27 de julho – Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

0
152

Por João Scaboli

O Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho foi criado com o objetivo de proteger a vida, promover a saúde e a integridade física dos trabalhadores e trabalhadoras.

A data é símbolo de luta de trabalhadores e trabalhadoras brasileiros por melhorias nas condições de saúde e segurança no trabalho.

Neste sentido, a FEQUIMFAR e Seus sindicatos filiados, com apoio da SNQ, CNTQ, Força SP e Força Sindical, têm como prioridade em seus planejamentos, a organização de pautas que visam proteger nossos trabalhadores e trabalhadoras.

Representamos categorias que estão diretamente em áreas de riscos, trabalhos insalubres e perigosos. Por isso, estamos sempre buscando ações que preservem a vida. Em primeiro lugar, devemos proteger a vida, depois, pensar no setor econômico.

Em nossa trajetória, temos diversos avanços. Em nossas Convenções Coletivas de Trabalho, temos cláusulas específicas e importantíssimas que tratam da nanotecnologia e do Direito de Saber, beneficiando a categoria. Além disso, construímos, de forma tripartite, a Convenção Coletiva de segurança em máquinas injetoras e sopradoras no estado de São Paulo, diminuindo acidentes e sequelas, como perda de dedos e mãos, na prática do trabalho, e salvando vidas.

O banimento do benzeno em usinas de açúcar e álcool em todo o Brasil também merece destaque. É uma ação que preserva milhares de vida e ainda cria um produto que é 100% puro.

Outra atividade importante e que merece destaque é o projeto Verão sem AIDS – Valorizando a Vida. Todo início de ano, em Praia Grande SP e também em várias outras localidades, lideranças sindicais abraçam esta campanha de conscientização, educação e prevenção do HIV/Aids. A atividade luta conta a discriminação e promove ações de solidariedade com as pessoas que vivem com a doença, pelo direito fundamental ao trabalho e da Recomendação 200 da OIT.

Em 2020 comemoramos 25 anos dessas frentes de luta pela saúde do trabalhador e da trabalhadora. E nosso trabalho não para por aí.

Ao longo dos anos, realizamos Encontros Estaduais de CIPA e SESMT, com a ampla presença e participação ativa de trabalhadores da base, quando pudemos trocar experiências e nos aprofundar nas necessidades da base.

O dia 28 de abril, anualmente, é um momento em que nos unimos, em pensamentos e ações, em memória das vítimas dos acidentes e doenças decorrentes do trabalho. É uma data para repensar nosso trabalho, dando continuidade a um movimento capaz de provocar mudanças positivas no cenário do mundo laboral.

Temos orgulho de nossas conquistas, mas sabemos que nossos trabalhadores e trabalhadoras ainda estão adoecendo nos ambientes de trabalho e, por isso, muito ainda precisa ser feito.

Precaução, prevenção, capacitação, planos de ações, fortalecimento das normas de segurança do trabalho se mostram como um caminho possível a ser seguido.

Nesta oportunidade, aproveitamos também para parabenizar todos os profissionais da linha de frente de combate à pandemia de Covid-19 que estão salvando vidas. Viva o SUS.

PELO DIREITO AO TRABALHO DIGNO E QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO.
PELA MELHORIA DAS CONDIÇÕES DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR BRASILEIRO.
PELA REDUÇÃO DOS ACIDENTES E DOENÇAS DECORRENTES DO TRABALHO NO BRASIL.
PELO AUMENTO DO EFETIVO DA INSPEÇÃO DO TRABALHO ESPECIALIZADA EM SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO.

João Donizete Scaboli,
Diretor do departamento de saúde do trabalhador da FEQUIMFAR,
1º Secretário de Saúde do Trabalhador da Força Sindical
Membro do Conselho Nacional de Saúde pela Força Sindical e
Diretor do DIESAT.

Deixe uma resposta