9º Congresso FS: Químicos presentes no Seminário Internacional

0
289

No dia 7 de dezembro, lideranças da FEQUIMFAR e Sindicatos filiados participaram do Seminário Internacional que discutiu direitos, futuro do trabalho e ação sindical pós-pandemia.

Nilton Neco, secretário Internacional da Força Sindical, saudou a mesa na pessoa do presidente da Central, Miguel Torres, agradeceu o esforço de todos os companheiros para participarem do encontro e falou da importância da troca de experiência e da irmandade do movimento sindical em nível mundial para avançar na luta da classe trabalhadora.

Ortelio Palacio Cuesta, consultor de Assuntos Internacionais da Força Sindical, conduziu os painéis que contou com a participação de lideranças sindicais internacionais.

Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e 1 secretário da Força Sindical, parabenizou a iniciativa do evento e “a importância de realizar um debate internacional no momento em que estamos vivendo – uma pandemia que, infelizmente, no Brasil, trouxe a fome, o desalento dos trabalhadores, ataques a direitos e ao movimento sindical, gerando desequilíbrio nas forças entre capital e trabalho. Solidariedade internacional, unidade de ação de todos os trabalhadores do mundo por direitos e geração de emprego“.

Em sua fala, Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR, membro do Comitê Executivo da IndustriALL e secretário internacional adjunto para o Mercosul, fez um panorama sobre a situação atual do Brasil diante do combate à pandemia, o cenário político e econômico, destacando os desafios enfrentados no mundo do trabalho. “No Brasil, mais do que nunca, os direitos estão sendo ameaçados pela atual conjuntura, portanto, a unidade de luta da classe trabalhadora é de extrema importância”.

Deixe uma resposta