Abertura do 10 Congresso da FEQUIMFAR recebe lideranças políticas e sindicais

0
147

Com o lema “Reconstruir o Brasil que queremos”, começou hoje o 10 Congresso da FEQUIMFAR reunindo delegados e delegadas, representando os 32 Sindicatos filiados, trabalhadores e trabalhadoras do ramo industrial químico, autoridades, lideranças políticas e dirigentes sindicais de várias categorias e entidades nacionais e internacionais.

“O 10 Congresso da FEQUIMFAR acontece em um momento em que a unidade dos trabalhadores e do movimento sindical é imprescindível para fortalecer a organização e a mobilização para avançar em direitos e ampliar a luta por um país melhor. Desde a realização do nosso último Congresso, temos um cenário de crescente desemprego, desindustrialização, alta da inflação, além da pandemia e a consequente crise sanitária que elevaram ainda mais o grau da pobreza. No 10 Congresso da FEQUIMFAR estamos discutindo um plano de ações e estratégias com a contribuição dos Químicos da Força diante da reconstrução do Brasil com democracia, empregos e direitos para todos.”
Sergio Luiz Leite, Serginho
Presidente da FEQUIMFAR e
Vice-presidente da Força Sindical

Abertura

Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR, coordenou a cerimônia de abertura e iniciou os trabalhos destacando que o 10 Congresso está inserido na nova realidade e sendo realizado em formato híbrido, com transmissão ao vivo pelo Zoom.

Aldo Rebelo, ex-deputado federal e ex-ministro, esteve presente na abertura do Congresso, e fez um panorama sobre os desafios do Brasil como crescimento econômico,  diminuição da desigualdade e o fortalecimento da democracia.

A mesa de abertura teve ainda a presença de Maria Auxiliadora dos Santos, secretária de políticas para mulheres da Força Sindical, Laura Santos, coordenadora do Departamento da Mulher da FEQUIMFAR, Rui Lemos Smith, secretário de assuntos metropolitanos, representando a prefeita de Praia Grande, Raquel Chini, Danilo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical SP e vice-presidente da FEQUIMFAR, Nilton Freitas, representante regional da ICM para América Latina e Caribe, Gustavo, representando a Solidarity Center para Brasil e Paraguai, e Edson Flores, presidente do DIESAT.

Eleições 2022

O primeiro painel discutiu o processo eleitoral de 2022 e teve a participação de Miguel Torres, presidente da Força Sindical. Em sua fala, ele disse que o movimento sindical precisa se envolver ativamente nas eleições deste ano, fortalecendo nossa contribuição para melhorar o futuro do país.

Geraldo Alckmin, ex-governador do estado de São Paulo, também destacou os desafios diante do atual cenário político e econômico: o Brasil precisa se unir para retomar a atividade econômica, fortalecendo a indústria, gerando emprego e renda.

 

 

Deixe uma resposta