Conselhão apresenta propostas ao presidente Lula

0
25

Conselhão apresenta propostas para o desenvolvimento sustentável. Saiba mais sobre a terceira Reunião Plenária e os participantes

No dia 26 de junho aconteceu a terceira Reunião Plenária do Conselhão (Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável)

O evento foi realizado no Palácio Itamaraty, em Brasília DF, e contou com as presenças do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do vice-presidente, Geraldo Alckmin, entre outros ministros, deputados, senadores e membros do Conselhão.

O presidente da FEQUIMFAR e vice-presidente da Força Sindical, Sergio Luiz Leite, Serginho, é membro do Conselhão e participou como um dos representantes da Força Sindical.

Serginho estava acompanhado de Adalberto Galvão (Bebeto), Maria Auxiliadora dos Santos e Mônica Veloso que também são membros do Conselhão.

Durante o evento, o grupo de conselheiros, de vários setores do empresariado, do movimento sindical, movimentos sociais e da sociedade civil, apresentou propostas e sugestões relacionadas à formulação de políticas com o objetivo de reduzir desigualdades e fomentar o desenvolvimento econômico sustentável do País.

Serginho destaca que já nesta terceira reunião os resultados positivos estão aparecendo e a reforça ainda mais a importância da participação dos mais diversos setores da sociedade, entre as quais o movimento sindical.

“O Conselhão do governo Lula abriu um dialogo social amplo que tem contribuído essencialmente para a reconstrução do Brasil”, afirma o sindicalista.

O dirigente sindical ressalta que o debate econômico tem prevalecido no Brasil. Serginho cita, como destaque, os debates em torno da reforma tributária, questão sobre mais ou menos gastos referentes as desonerações que o governo tem feito.

“Nossa participação no Conselhão é, fundamentalmente, para defender os interesses dos trabalhadores”, afirma líder sindical.

“Não podemos permitir a retirada de políticas públicas voltadas aos trabalhadores em detrimento de incentivos ficais para as empresas”, acrescenta.

Veja a seguir a proposta apresentada por Clemente Ganz Lucio, assessor das Centrais Sindicais e membro do Conselhão:

O Conselhão

O CDESS é formado pelo Presidente da República, pelo Vice-Presidente da República, pelo Ministro de Estado da Secretaria de Relações Institucionais e por cidadãos brasileiros de reconhecida liderança e representatividade.

Os conselheiros e conselheiras são de livre escolha do Presidente, e sua composição busca ser representativa da diversidade territorial, étnico-racial e de gênero. Representam a sociedade civil mais de 240 conselheiros.

Criado em 2003, no primeiro governo Lula, o Conselhão sempre teve grande importância ao levar demandas da sociedade diretamente ao presidente da República, ajudando na construção de políticas públicas mais eficientes.

Foi recriado em 2023 com o objetivo de retomar um espaço de diálogo entre o Governo Federal e a sociedade brasileira. Programas como o Minha Casa, Minha Vida e o Programa de Aceleração do Crescimento foram gestados nesse formato.

A reunião desta quinta-feira (27), contou com as presenças do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do vice-presidente, Geraldo Alckmin, Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, demais ministros, deputados, senadores e membros do Conselhão.

Fonte: Rádio Peão Brasil.

Deixe uma resposta