Direção da CNTQ é eleita para novo mandato

0
151

Lideranças da direção da CNTQ de todo o Brasil participaram hoje de reunião que foi realizada de forma híbrida, na sede da FEQUIMFAR, em São Paulo SP, e virtual.

Na oportunidade, o grupo fez um balanço das atividades realizadas este ano, com destaque ao processo eleitoral do Brasil, e também discutiu e organizou a luta sindical das categorias para 2023.

Marcaram presença no evento dirigentes do Ramo Químico e também de Federações dos Propagandistas.

Miguel Torres, presidente da Força Sindical, prestigiou o encontro e destacou as principais propostas e tarefas do movimento sindical para o próximo ano junto ao Governo Lula: “é importante que mantenhamos a unidade sindical para fortalecer nossa luta e avançar na pauta trabalhista e sindical”.

Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e vice-presidente da Força Sindical, trouxe informes sobre os debates junto ao grupo de transição do governo federal e comentou sobre os principais desafios para 2023, em especial o fortalecimento do movimento sindical e revisão da reforma trabalhista.

Processo Eleitoral

Na sequência da reunião, foi realizado o processo eleitoral da direção da CNTQ, que foi conduzido por Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR.

Antonio Silvan Oliveira foi reeleito presidente da Confederação para mais um mandato de quatro anos (2023 a 2027).

“Parabenizamos toda a diretoria eleita e o trabalho que tem sido desenvolvido na luta nacional por avanços para as categorias representadas”, disse Serginho.

“Temos realizado ações no objetivo maior de ampliar a representatividade em todos os segmentos, estendendo o trabalho da Confederação em nível nacional, nas diversas regiões do país”, disse Silvan.

Deixe uma resposta