Gima é reeleito presidente da Força Sindical Alagoas durante Congresso Estadual

0
240
A Chapa Única, liderada pelo atual presidente da Força Sindical/AL, Albegemar Cassimiro da Costa, o Gima, foi eleita na manhã desta sexta-feira (11), durante o Congresso Estadual no Alagoas.
Em razão da pandemia de Coronavírus e a necessidade de respeito aos protocolos sanitários, mais uma vez, as lideranças sindicais realizaram o Congresso através de videoconferência, pelo aplicativo Zoom.
Participaram representando a direção nacional da Força Sindical, o presidente, Miguel Torres, o vice-presidente, Sérgio Luiz Leite (Serginho), o secretário-geral, João Carlos Gonçalves (Juruna), o secretário de Relações Sindicais, Geraldino dos Santos Silva e a diretora, Valclécia Trindade.
Gima agradeceu o apoio dos sindicatos filiados e da direção nacional da Força Sindical e ressaltou que agora e dar continuidade a luta pelos interesses da classe trabalhadora. “Temos atravessado tempos difíceis e, mesmo com todas as dificuldades e a perseguição ao movimento sindical, mantivemos a luta pelos direitos trabalhistas e sociais. “Neste ano faremos uma forte pressão para que o deputado Arthur Lira, atual presidente da Câmara dos Deputados, não seja reeleito”, completou Gima.
Miguel Torres, presidente da Força Sindical, parabenizou o empenho e a resistência do movimento sindical no Alagoas, especialmente a Força Sindical e as entidades filiadas, diante de tantos desafios. “Estamos provando a cada dia que o movimento sindical é essencial à população brasileira. “Temos que ser protagonistas na luta pelos trabalhadores e trabalhadoras e agora mais do que nunca no processo eleitoral para colocarmos no Congresso Nacional o maior número de parlamentares comprometidos com a pauta dos trabalhadores”.
Além da eleição da Direção Estadual e dos respectivos membros do conselho fiscal, os sindicalistas debateram a importância de fortalecer a luta nos Estados, a unidade das centrais sindicais e novas formas de financiamento sindical. “Falamos também sobre a importância da realização da Conclat que acontece em abril”, diz Torres.
Vale lembrar que a 3 ª Conclat (Conferência da Classe Trabalhadora) está prevista para o dia 7 de abril, em São Paulo.
João Carlos Gonçalves (Juruna), secretário-geral da Força Sindical destacou que o movimento sindical está realizando um importante debate em torno das propostas apresentadas pelas centrais sindicais para a construção da Pauta da Classe Trabalhadora – 2022 e que a participação das lideranças da nossa central é fundamental. “Nossa participação no debate em torno das propostas para a Pauta dos Trabalhadores é fundamental para construirmos um documento unitário para apresentarmos aos postulantes à presidência da República”.
Sérgio Luiz Leite, Serginho, vice-presidente da Força Sindical, destaca que foram discutidas também as principais resoluções do 9º congresso Nacional da Força Sindical, dando destaque especial às eleições 2022. Serginho alertou que é prioridade para o movimento sindical trabalhar fortemente pra eleger deputados comprometidos com a classe trabalhadora e derrotar o atual governo. “Precisamos manter nossa Central forte e atuante em cada estado do nosso país e, neste ano especialmente, contribuir para aumentar nossa representatividade no Congresso Nacional elegendo candidatos comprometidos com a pauta dos trabalhadores”.
Geraldino dos Santos Silva, secretário de Relações Sindicais lembrou que o Estado de Alagoas tem um papel importante na luta pelos trabalhadores e no âmbito político também. “Este é um momento importantíssimo para a classe trabalhadora e o movimento sindical deve atuar de maneira intensa para elegermos candidatos comprometidos com as propostas progressistas de interesse da classe trabalhadora.”
Valclécia Trindade parabenizou o trabalho de toda direção da Força Sindical e reforçou que unidade do movimento sindical é fundamental para nos mantermos fortes na luta pela pauta dos trabalhadores.
Rilda Maria Alves, presidente da CUT Alagoas destacou que o trabalhadores terão grandes desafios em 2022 e desta forma precisamos de um movimento sindical forte e unido em torno dos anseios da classe trabalhadora. “A Força Sindical terá um papel importantíssimo neste ano. Ao lado da CUT e das demais centrais nosso compromisso é mudar a cara do Congresso Nacional com parlamentares comprometidos com a Pauta da Classe Trabalhadora”.
O vereador Brivaldo Marques saudou as lideranças sindicais e se comprometeu em lutar junto com o movimento sindical em torno da pauta dos trabalhadores. “Nossa luta sempre será pautada para garantir a dignidade dos trabalhadores”.
Os Congressos serão realizados até o dia 30 de março. Vale lembrar que o Congresso Nacional da Força, que elegeu nova diretoria, aconteceu em novembro e dezembro de 2022.
Fonte: Imprensa da Força Sindical.

Deixe uma resposta