IndustriALL discute os impactos da pandemia nos setores químico e farmacêutico

0
44

Dirigentes sindicais dos setores químicos e farmacêuticos de todo o mundo estão participando de reunião virtual da IndustriALL que discute os desafios do setor frente à Covid-19.

Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e co-presidente do setor químico da IndustriALL, e Iris Wolf, co-presidente do setor farmacêutico, fizeram a abertura do evento que conta com mais de 170 participantes de 40 países.

Em sua fala, Serginho destacou a conjuntura política e econômica do país, bem como a pandemia tem afetado o setor. Além disso destacou a importância de ações conjuntas para amenizar esses efeitos, no sentido de dar proteção à classe trabalhadora, garantindo renda, empregos e preservando vidas.

Masato Shinohara, UA ZENSEN do Japão, falou da importância da união entre classe trabalhadora e Sindicato no período de retomada do trabalho.

Kemal Özkan, secretário gela da IndustriALL, fez uma apresentação sobre os impactos econômicos da doença em nível mundial.

Em seguida, Tom Grinter, diretor do setor de indústria química e farmacêutica, papel, celulose e borracha, tratou especificamente do setor químico e farmacêutico, com dados e informações sobre os impactos da Covid-19 e panorama dos grupos empresariais.

 

Lideranças de todo o mundo também expuseram a situação em seus países e as ações que estão realizando para garantir a retomada justa, emprego e trabalho decente.

Edson Dias Bicalho, membro do Comitê Executivo da IndustriALL e secretário geral da FEQUIMFAR, destaca a importância da reunião para discutir ações conjuntas que visem a saúde e segurança dos trabalhadores nos setores.

Representando os Químicos da Força, também participam do encontro Herbert Passos Filho, coordenador da SNQ e presidente do STI Baixada Santista, Antonio Silvan Oliveira, presidente da CNTQ e do STI Guarulhos, Laura Santos, diretora do STI Itapetininga, e Daniel Ferrer, economista do DIEESE (subseção SNQ).

Deixe uma resposta