Trabalhadores da indústria farmacêutica dão início à Campanha Salarial e Social 2023

0
1815

Começou a Campanha Salarial e Social dos trabalhadores nas indústrias farmacêuticas no estado de São Paulo e a luta por aumento real nos salários, manutenção e ampliação dos direitos em Convenção Coletiva de Trabalho

Dirigentes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo), entidade filiada à Força Sindical e à CNTQ (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Químico) e lideranças dos Sindicatos filiados de todas as regiões do estado de São Paulo estiveram reunidas no dia 8 de fevereiro para o Seminário de Negociação Coletiva do setor farmacêutico, em Praia Grande SP.

O evento marcou o início da Campanha Salarial e Social da categoria e possibilitou que os dirigentes sindicais avaliassem dados e índices do setor. Em seguida, o grupo deliberou uma pré-pauta de reivindicações dos trabalhadores e definiu estratégias para a negociação com o setor patronal.

Dirigentes sindicais de todas as regiões do estado de São Paulo participaram do encontro, representando mais de 16 mil trabalhadores nas indústrias farmacêuticas, cuja data-base é 1º de abril.

“A exemplo dos anos anteriores, mantemos a unidade de luta dos trabalhadores com o objetivo de avançar na luta pela reposição das perdas salariais, aumento real dos salários e no Piso, reajuste na PLR, auxílio alimentação, e ampliação de diretos em Convenção Coletiva para os trabalhadores do setor industrial farmacêutico no estado de São Paulo.”
Sergio Luiz Leite, Serginho
Presidente da FEQUIMFAR e
Vice-presidente da Força Sindical

Destaques da Pré-Pauta de Reivindicações

  • Reajuste Salarial: 100% do INPC* + 2% de Aumento Real
  • Piso Salarial (Salário Normativo)
    Para empresas com até 100 empregados
    Piso Salarial de R$ 2.129,00
    Para empresas com mais de 100 empregados
    Piso Salarial de R$ 2.661,00
  • PLR no valor de 2 Salários Normativos
  • Cartão Alimentação/Cesta Básica: R$ 700,00

*INPC estimado em 4,34%

“As cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho estão asseguradas até 2024, então, as negociações serão pelas cláusulas econômicas, como o reajuste dos salários, do Piso, PLR e auxílio alimentação.”
Edson Dias Bicalho,
secretário geral da FEQUIMFAR e presidente do Sindicato dos Químicos de Bauru e Região

“A Federação dos Químicos junto aos Sindicatos filiados estão mobilizados e reivindicam mais direitos e conquistas em Convenção Coletiva para toda categoria.”
Jurandir Pedro de Souza,
diretor financeiro da FEQUIMFAR e
presidente do Sindicato dos Químicos de Itapetininga

“Com data-base em 1º de abril, somos uma das primeiras categorias a iniciar as Campanhas Salariais, então, temos que unir esforços para avançar em direitos e conquistas para balizar os demais segmentos.”
Antonio Silvan Oliveira,
presidente da CNTQ e do Sindicato dos Químicos de Guarulhos e Região

Próximas etapas

Até o dia 8 de março, dirigentes dos Sindicatos filiados, com apoio da FEQUIMFAR, CNTQ, Força Sindical, IndustriALL e ICM, realizarão assembleias em todo o estado de São Paulo para que os trabalhadores apreciem a Pré-Pauta de Reivindicações.

Sendo aprovada pela categoria, a Pauta de Reivindicações será entregue ao setor patronal do SINDUSFARMA, após assembleia geral, no dia 9 de março.

 

 

Deixe uma resposta