Começam as negociações coletivas da Campanha Salarial do etanol na Raízen

0
377

No dia 27 de abril, lideranças da FEQUIMFAR e de Sindicatos filiados (etanol) estiveram na sede da Federação dos Químicos para reunião com representantes da Raízen, dando início às negociações coletivas referentes à Campanha Salarial e Social dos trabalhadores nas usinas e destilarias de produção de etanol.

Na primeira rodada, foi destacada a importância da unidade dos Sindicatos filiados à FEQUIMFAR no estado de São Paulo a fim de fortalecer a negociação coletiva. Participaram do encontro lideranças dos Sindicatos dos Químicos de Bauru, Botucatu, Marília, Ipaussu, Araçatuba (este, na ocasião, representado pela FEQUMFAR), bem como, a presença de dirigentes dos Sindicatos de Rio Brilhante e Caarapó do MS, todos com unidades da Raízen em suas respectivas bases.

“A expectativa para esta Campanha é pela reposição integral das perdas salariais e aumento real. A inflação penaliza os trabalhadores e, no final do mês, sobre contas e falta salário”, diz o presidente da FEQUIMFAR e vice-presidente da Força Sindical, Sergio Luiz Leite, Serginho.

Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR, coordenou a Bancada dos Trabalhadores; e pela Raízen, estavam presentes Antônio Garcia e Marcos Garcia.

A empresa indicou concordar em iniciar uma negociação estadual/nacional sobre temas comuns, citando como exemplo, questões relacionadas à saúde e segurança no ambiente de trabalho. Na rodada de negociação de hoje, não houve ainda proposta econômica. Nova rodada está sendo agendada.

Deixe uma resposta