Em SP e MG, trabalhadores da Imbel rejeitam proposta da empresa

0
1278

Nesta manhã, lideranças do Sindicato dos Químicos de Lorena, com o apoio do grupo de Ação Sindical da FEQUIMFAR e Sindicatos filiados, realizaram assembleia junto aos trabalhadores da Imbel, na unidade de Piquete, para apresentar reajuste salarial proposto pela empresa. A proposta foi imediatamente recusada e a categoria aprovou o estado de greve.

De acordo com o presidente do STI Lorena, Jeferson Ferreira, a proposta da empresa não repunha nem a inflação do período, que ficou em 4,57%. “Vamos enviar uma contraproposta à Imbel e aguardamos uma posição positiva, porque a categoria está unida e em estado de greve”, disse ele.

Jurandir Pedro de Souza, diretor financeiro da FEQUIMFAR e presidente do STI Itapetininga, participou da assembleia e reiterou a importância da união de todos os trabalhadores para que possam conquistar um melhor reajuste nos salários.

A data-base da categoria é 1º de abril.

Juiz de Fora

Na parte da tarde, foi a vez do Sindicato dos Químicos de Juiz de Fora, presidido por Scipião Júnior, realizar assembleia com os trabalhadores da unidade da Imbel da cidade. Ele registra: “Tivemos uma grande participação da categoria e muita revolta, pois a empresa usou artifícios que acabaram coibindo os trabalhadores. Ainda assim, a proposta oferecida foi recusada por todos e, caso não haja avanço nas negociações, o estado de greve será instaurado, acompanhando movimento dos companheiros de Piquete, em SP”.

Deixe uma resposta