Ministra Simone Tebet apresenta projeto para fortalecer a indústria nacional

0
99

Os Químicos da Força estiveram presentes na reunião e foram representados por Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e vice-presidente da Força Sindical, e Danilo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical SP e vice-presidente da FEQUIMFAR. “A ministra apresentou o projeto Rotas de Integração Sul-Americana que vai contribuir para o crescimento da economia do País. Projeto importante para o desenvolvimento e geração de empregos no Brasil e em toda América Latina. Vamos nos tornar mais competitivos para ampliar nosso comércio exterior”, disse Serginho.

A ministra do Planejamento e Orçamento do Governo Lula, Simone Tebet, esteve na manhã desta quinta-feira, dia 2 de maio, na sede da Força Sindical.

Em reunião com integrantes da direção da Força Sindical e lideranças de diversos setores econômicos ligados à Central, Tebet apresentou o projeto “Rotas de Integração Sul-Americana”.

Veja aqui mais detalhes sobre o Projeto “Rotas de integração Sul-Americana”

Este projeto, de acordo com a ministra, vai contribuir para o acelerar o crescimento econômico do País ao facilitar e tornar mais barato o comércio entre os países e, assim fortalecer a indústria nacional.

O projeto tem como principal objetivo olhar com mais atenção as rotas que ligam o Brasil aos países da América do Sul, para fortalecer a relação comercial com esses países.

“As rotas de Integração Sul-Americana se propõem a integrar o Brasil com países da América do Sul, mas também para fazer a nossa produção chegar de forma mais rápida e mais competitiva nos mercados da Ásia, hoje o maior comprador dos produtos do Brasil”, disse Tebet.

De acordo com a ministra, as saídas para o Pacífico podem reduzir em até três semanas o tempo do comércio brasileiro com a Ásia.

Tebet disse que a transformação da economia será gigante. Para a ministra, ao investir no interior do Brasil, o governo atua para reduzir a desigualdade social no país, pois uma das suas causas é justamente a desigualdade regional.

“A felicidade do povo brasileiro só é possível com empregos de qualidade e distribuição de renda”, acrescentou.

Miguel Torres, presidente da Força Sindical, ficou animado com a apresentação da ministra. “O governo Lula demonstra mais uma vez que coloca sempre o interesse do povo em primeiro lugar”.

“Nós da Força Sindical iremos contribuir com o que for possível para ajudar o País a continuar seguindo nos trilhos do desenvolvimento, para fortalecer a indústria nacional, gerar empregos de qualidade e distribuir renda”.

Fonte: Rádio Peão Brasil.

Deixe uma resposta