Químicos da Força participam de Seminário Nacional sobre Política Industrial no Brasil

0
68

Entre hoje e amanhã, lideranças da FEQUIMFAR, Sindicatos filiados e da CNTQ estão participando do Seminário Nacional sobre Política Industrial no Brasil, evento realizado pela IndustriALL Brasil em parceira com a IndustriALL Global Union, DIEESE e SASK (centro de solidariedade sindical da Finlândia).

Durante o encontro, estão sendo apresentados os resultados e diagnósticos dos seminários que percorreram o Brasil nas últimas semanas e que debateu o tema: “Futuro da Indústria: Desafios da Política Industrial”.

“O Brasil é um país continental com muitas diferenças regionais, por isso precisamos redesenhar o projeto de reindustrialização e para isso, vencer as eleições 2022 com um Governo comprometido com a classe trabalhadora, com a democracia e com o futuro do país”, disse Edson Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR, presidente do Sindicato dos Químicos de Bauru e membro do comitê executivo da IndustriALL.

Bicalho coordenou o painel “Política industrial no Brasil: perspectiva de desenvolvimento nacional e politicas industriais”. Na oportunidade, Cristina Fróes, diretora Inova na Universidade Federal do ABC, falou da importância de sinalizar que a reindustrialização de qualidade é aquela que visa e fomenta o desenvolvimento sustentável e a inclusão.

Mesa de Abertura

Aroaldo da Silva, presidente da IndustriALL Brasil, destacou que toda a conjuntura do país tem exigido cada vez mais do movimento sindical. “Arrocho salarial, inflação alta, desemprego, tudo isso precisa fazer parte da nossa reflexão e orientar a nossa luta por um projeto de desenvolvimento e reindustrailização que inclua todos e todas”.

Kemal Özkan, Secretário geral adjunto da IndustriALL Global Union, compartilhou algumas tendências observadas em alguns países na construção de políticas industriais e falou da necessidade da participação democrática do movimento sindical para fortalecer o futuro, exigindo dos Governos políticas industriais que gerem empregos com direitos e promovam o desenvolvimento sustentável.

Lucineide Varjão, vice-presidenta da IndustriALL América Latina e Caribe, disse que são muitos os desafios na América Latina, mas atualmente, os olhares estão voltados para o Brasil e as eleições. “Em outubro teremos a chance de mudar os rumos do país elegendo candidatos que estejam ao lado da classe trabalhadora”.

Deixe uma resposta