Químicos de São José do Rio Preto conquistam mais acordos na Campanha Salarial do Etanol

0
193
Usina Alcoeste

Os Químicos de São José do Rio Preto e Região (Sindalquim) estão avançando nas negociações com usinas e destilarias da região e conquistando importantes acordos para a categoria.

Em sete unidades, o Sindicato apresentou proposta patronal que foi aprovada pela maioria dos trabalhadores.

O aumento salarial em todas as unidades industriais foi de 12,47% (INPC do período), de uma única vez, e mais 12,47% no ticket alimentação, além de manter toda a redação das cláusulas sociais.

No Grupo Colombo, que tem unidade nas cidades de Ariranha, Palestina e Santa Albertina, a maioria dos trabalhadores aprovou o aumento de 12,47%. O ticket nas unidades passou para R$ 580.

Na Usina Malosso, de Itápolis, o aumento salarial foi dos mesmos 12,47%, e o ticket foi para R$ 379.

Na Usina Itajobi, de Elisiário, o aumento salarial de 12.47% e o ticket ficou em R$ 326.

Já nas unidades da Tietê, de Paraíso e Ubarana, além do aumento do INPC de 12,47% o ticket foi para R$ 399.

Mais de 90% dos trabalhadores da Usina Nardini votaram e aprovaram a proposta patronal da empresa que concede aumento salarial de 12,47% em uma única vez e também destina o mesmo percentual de reajuste no ticket alimentação.

E nas duas unidades do Grupo Moreno, o reajuste será de 12% e manutenção de todas as cláusulas sociais.

“Esse é o resultado do trabalho até aqui. Milhares de trabalhadores são beneficiados. A partir do próximo mês eles já recebem o reajuste no salário e no ticket alimentação de uma única vez”, afirmou o presidente do Sindalquim, João Pedro Alves Filho.

Fonte: Imprensa do Sindalquim (STI São José do Rio Preto e Região)

Deixe uma resposta