Trabalhadores do setor industrial químico, plástico e fertilizantes entregam Pauta de Reivindicações ao setor patronal

0
711

Garantindo a unidade de luta em prol da categoria, nesta manhã, dia 13 de setembro, líderes da FEQUIMFAR/Força Sindical e Sindicatos filiados, com o apoio de diretores da FETQUIM/CUT, entregaram a Pauta de Reivindicações dos trabalhadores do setor industrial químico/plástico aos representantes patronais do Grupo CEAG-10 da FIESP.

“As expectativas são positivas para a Campanha Salarial e Social do setor industrial químico, plástico e fertilizantes considerando que no acumulado do ano, o setor já gerou 5,8 mil postos de trabalho (sendo 3,2 mil postos de trabalho no setor plástico, 900 no setor de químico para fins industriais e 644 no setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos).”

Sergio Luiz Leite, Serginho
Presidente da FEQUIMFAR e
Vice-presidente da Força Sindical

A Pauta de Reivindicações dos Químicos da Força inclui:

  • Reajuste Salarial: Aumento Real de 2% + Reposição Integral da Inflação (INPC) de nov/2022 a out/2023 (estimado em 4,74%)
  • Piso Salarial no valor de R$ 2.250,00
  • PLR no valor de 02 pisos salariais
  • Piso Técnico Químico: R$ 3.000,00
  • Redução da jornada
  • Cartão alimentação
  • Igualdade salarial entre mulheres e homens (Lei 14.611 de 2023)

Coordenado pelo secretário geral da FEQUIMFAR, Edson Dias Bicalho, o ato de entrega da pauta contou com mesa de abertura com a presença de Airton Cano, coordenador político da FETQUIM/CUT, Hélio Rodrigues, presidente do Sindicato dos Químicos de SP e vereador de SP, José Roberto Squinello, coordenador da comissão de negociações do grupo CEAG-10 da FIESP e Gilmar do Amaral, consultor do SINDIPLAST.

Deixe uma resposta