Químicos se manifestam contra o fechamento da FURP

0
435

Na noite de ontem, Audiência Pública na Assembleia Legislativa de São Paulo reuniu lideranças sindicais dos Químicos da Força (FEQUIMFAR, STI Guarulhos e Sindicatos filiados) e CNTQ para denunciar as consequências que a proposta do governado João Dória trará caso a Fundação para o Remédio Popular (Furp) seja fechada.

“Com união, mobilização e perseverança iremos vencer o governador Doria. Esse ‘cidadão’ quer fechar a Furp para beneficiar o setor privado de produção de medicamentos”, diz Antonio Silvan Oliveira, presidente do STI Guarulhos e da CNTQ.

O evento contou com a presença de vários parlamentares de diferentes partidos além de importantes profissionais da área de saúde, bem como muitos trabalhadores e dirigentes sindicais.

Deixe uma resposta